Alimentação

Como o tempo começa a ficar mais quente, o nosso apetite começa a ficar menor, e ficam a apetecer-nos refeições mais leves, em contraste com o que acontecia no Inverno. Contudo pode ser difícil fazer a transição para uma alimentação mais saudável, razão pela qual decidi ajudar! Aqui estão algumas dicas para limparem os vossos hábitos alimentares e, para saberem onde comprar, o que comprar, e como comprar e, para que as suas refeições primaveris e veranearas saibam ainda melhorar!

 

Faça compras em mercados biológicos ou em praças municipais

Se quiser comer comida fresca e da época, a melhor coisa que pode fazer é fazer compras nos mercados dos agricultores. Estes lugares são bastante divertidos para se ir, mas tem que encará-los com um prazer, e não como um stress. Além dos produtos não terem qualquer tipo de adição química (e por isso os produtos são sempre da época) são também mais saborosos e nutricionais. Dica: Se não tiver a certeza do que fazer com um ingrediente ou qual escolher, pode sempre pedir sugestões e recomendações aos agricultores.

Comer todas as frutas da Primavera!

Estes mercados de agricultores são um óptimo sítio para comprar fruta da época. Até podem nem ser as peças de fruta mais bonitas de sempre, mas uma coisa nós garantimos “não há fruta como a do campo”, quer a nível de sabor, textura…. A primavera é a altura dos damascos, pêssegos, morangos, laranjas, nêsperas… o que não falta é variedade e qualidade!

Misture e combine coisas novas!

Outra boa sugestão passa por misturar ingredientes que à partida não pensaria colocar juntos. Experimente misturar quinoa, fruta ou até mesmo ruibarbo em salada. Outra hipótese poderia passar por experimentar couve-flor assada com laranja. A ideia base é só uma: experimente vários produtos da época que goste e jogue com o seus sabores e texturas. Não se esqueça, a primavera é o momento de começar a pentear e iluminar os sabores!

Não ficar “preso” às clássicas saladas de alface

Tal como dissemos anteriormente, a primavera é o momento para comer comida mais leve. Mas não se pode só singir a saladas porque ainda não é verão e porque precisa de outros nutrientes no seu organismo. Experimente saladas assadas com erva-doce, pimenta e couve-flor misturado, e acrescente ainda rúcula e pinhões (Experimente mesmo, fica di-vi-nal!). O agrião é uma óptima opção para saladas e para misturar com outros ingredientes, muito graças às suas folhas apimentadas.

Encare o grelhador de forma diferente!

As pessoas tendem a esperar até os meses de verão para cozinhar na grelha, mas a verdade é que não há razão para o fazer. Além deste tipo de cozedura ser super saudável, pode sempre variar os alimentos e alternar a carne na grelha por fruta, como abacaxi ou damasco. Estas frutas são óptimas grelhadas já que a grelha e o carvão dão-lhes um sabor diferente e uma textura que os torna mais doce. Dica: Abacaxi grelhado com carne de porco ou frango grelhado com damasco são óptimas opções para esta altura do ano.

Cortar nos alimentos com alto teor de gordura

O inverno normalmente é associado a refeições mais “pesadas” a nível de gorduras. Isto deve-se essencialmente ao facto de os lípidos auxiliarem na manutenção da temperatura corporal, protegendo o indivíduo contra as variações de temperatura tão típicas desta altura do ano.

Ora, se no inverno é normal “carregarmos” em queijos e manteigas, a primavera é o momento ideal para cortar nos alimentos ricos em gordura. A melhor maneira e fazer isto? O que reduzimos em gorduras, acrescentamos em vegetais! E desengane-se, estes não têm que ser crus. Adicione um pouco de azeite, sal e pimenta, e asse-os no forno para que a camada externa fique “crocante”. Não se engane, não há segredos para uma dieta saudável para além de adicionar mais vegetais e cortar nas carnes! De certo que isto irá ajudá-lo a perder peso e sentir-se melhor para o verão!

E então? O que acharam destas dicas? Fico a aguardar o vosso feedback nos comentários e, não se esqueçam, “nós somoso que comemos!”